info@lifeboost.pt.

LIFEBOOST - O PORQUÊ DA SUPLEMENTAÇÃO ALIMENTAR

Os nutrientes desempenham um papel crucial na manutenção da saúde física e mental.
A alimentação é, obviamente, a fonte ideal de nutrientes, mas nos últimos anos, à medida que a nossa “velocidade” aumenta e cada vez mais consumimos refeições mais rápidas e com menos valor nutricional, diminui muitas vezes a possibilidade de a comida que comemos ser 100% saudável.

QUEM DEVE SUPLEMENTAR?

São várias as situações que contribuem para a necessidade de suplementarmos com vitaminas e micronutrientes minerais. Deve consultar um especialista de saúde nos casos de:

- ENVELHECIMENTO - O envelhecimento geral do nosso organismo também se verifica a nível intestinal resultando numa deficiente absorção. No intestino delgado surge com frequência uma alteração do microbioma com proliferação excessiva de determinadas bactérias, com prejuízo da absorção da vitamina B12, do ferro, cálcio, cobre, zinco, vitamina D, entre outros.

- PATOLOGIAS - Além do mais existem várias patologias capazes de alterarem absorção intestinal, tais como:
+ Doenças inflamatórias (nomeadamente a Doença de Crohn);
+ Doenças autoimunes;
+ Diabetes;
+ Doença celíaca;
+ Alterações da função tiroideia (hiper ou hipotiroidismo);
+ Cancro;
+ Pancreatite;
+ Cirurgia bariátrica;
+ Pós gastrectomia (Bilroth II);
+ Amiloidose;
+ Síndrome Zollinger-Ellison;
+ Espru tropical; + Doença de wipple;
+ Síndrome carcinoide

- MEDICAMENTOS - Alguns medicamentos dos mais vendidos em todo o Mundo, também contribuem para má absorção intestinal ou esgotam os micronutrientes como por exemplo:

+ Os antibióticos que, de modo geral, promovem a carência das vitaminas do grupo B, e da vitamina K.
+ A gentamicina que promove desequilíbrio no magnésio, potássio e cálcio.
+ As quinolonas no cálcio e ferro e o trimetoprim no ácido fólico.
+ A terapia de reposição hormonal que interfere com as vitaminas B6, B12, magnésio e acido fólico.
+ As estatinas, através da inibição da HMG-CoA redutase pela via do mevalonato que vão diminuir em muito a produção do colesterol, mas também da Coenzima Q10.
+ Alguns anticonvulsivantes, nomeadamente a Hidantina que vão provocar a depleção do acido fólico.
+ Antineoplásicos vários que são também importantes na depleção de alguns micronutrientes. + Os inibidores da bomba de protões (IBPs)


Pulverizadores Orais permitem que o composto vitamínico entre de imediato na circulação sistemática, contornando os intestinos e o sistema gástrico, o que é relevante em pessoas com tais patologias.

Políticas de cookies - Saiba mais aqui